Sacola

  • Você não possui produtos na sacola.

Conheça os tipos de vestidos e as melhores situações onde usa-lo.

 

Os tipos de vestidos evoluem de acordo com as tendências da moda, existem os mídis, curtos, longos e outros modelos que são aconselhados para tipos de corpos específicos, visto que cada mulher possui sua particularidade e nada melhor do que valorizar seus pontos fortes.

Existem modelos que são clássicos, mas mudam apenas o de tipo de tecido e alguns detalhes, como mangas e detalhes em seu corte, uma repaginada, mas estão sempre na moda. Vamos conhecer alguns tipos de vestido e como utiliza-los? Confira a seguir:

  • Chemisier: é um modelo clássico que foi ganhando novas roupagens ao longo dos anos, ele pode ser utilizado por qualquer tipo de corpo e sua utilização está diretamente ligada ao tipo de tecido. Existem modelos em jeans, crepe, seda, malha e renda. Os tecidos mais despojados como o jeans, são para o dia-a-dia, para um passeio em um fim de semana ou um churrasco com amigos, já os modelos com tecidos mais nobres ou trabalhados, como a seda e a renda devem ser utilizados para ocasiões mais formais ou eventos à noite. Não esqueça que a escolha do modelo/tecido deve ter os acessórios adequados para completar a produção.

 

  • Tomara que caia: é um modelo clássico que pode ser encontrado em diversos tipos de vestidos, como em longos ou curtos, possui bastante procura para aquelas que desejam esconder a barriguinha mas querem valorizar o colo. Os corpos mais indicados são os tipos retângulo e pera. As ocasiões em que ele pode ser utilizado são as mais variadas possíveis, porém para ocasiões mais formais, devido à marcação do colo, precisa ser acompanhado por um blazer ou um kimono, dependendo apenas do seu estilo e do evento em questão. Quanto aos tecidos, eles normalmente são mais leves e fluidos, com amarrações na cintura ou tecidos mais justos, para dar caimento e segurança.

 

  • Império: este é um clássico que surgiu na França, no século XIX, caracterizado por ser marcado no seio e fluido em sua saia, que começa abaixo do busto abrindo de forma bem delicada, o caimento do tecido é o que proporciona o “efeito deusa”, dando naturalidade e muita elegância. O corte império favorece mulheres que possuem pouco busto e desejam disfarçar o volume do quadril, o evasê da saia possui uma abertura sutil, que ajuda nesse processo, dando equilíbrio para a peça. Ele pode ser utilizado em diversas situações, dependendo do seu comprimento, que pode ser curto, midi ou longo, até para vestido de noivas este é um modelo muito procurado.

 

  • Tubinho: Modelo que ficou muito famoso em anos passados, um clássico na cor preta que toda mulher deve ter em seu armário como uma peça coringa, que pode ser combinada das formas mais variadas possíveis, fazendo parte de produções simples até mesmo até as mais sofisticadas, sem perder o charme e a elegância. Os tipos de corpos que mais combinam como modelo tubinho, são: retângulo, triângulo invertido ou ampulheta. Se tem um compromisso e não sabe com que roupa deve ir, o tubinho pode ser um escolha sem medo, principalmente se estivermos falando de cores lisas, os modelos estampados e com tecidos diferenciados, devem ser escolhidos com mais cuidado, para não pesar na produção.

 

  • Trapézio: um dos modelos mais democráticos que a moda nos oferece, a variedade de estampas e tecidos são as bem variadas, pode ser de manga curta, sem manga ou manga flare, depende da estação do ano, a única tendência que este modelo segue são as estampas que mudam de acordo com as tendências de cada estação. Utilizado normalmente por quem deseja disfarçar os seios volumosos e pode ser utilizado por quem tem o corpo triângulo. Pode ser utilizado em diversos tipos de eventos, desde passeios no shopping com chinelos confortáveis ou uma balada com as amigas ou ainda um evento na empresa em que você trabalha. Pode ser facilmente combinado com outras peças e acessórios, dando um toque final na produção.

 

  • De alcinhas: é o modelo que mais combina com o verão, bem fresquinho, que valoriza o colo e democrático no quesito tipo de corpo, é mais indicado por quem possui o corpo tipo retângulo, pera ou ampulheta. Os tecidos são leves e em alguns roupagens mais fluidos, com um ar de passeio no fim da tarde à beira mar. Existem modelos criados para valorizar quem possui seios pequenos e também para quem possui seios fartos. Por ser um modelo mais informal, deve ser utilizado em ocasiões menos formais, uma reunião com amigos, happy hour, passeios, para eventos que exigem formalidade, esse não é o modelo mais indicado.

Independente da tendência de cada estação, a moda é democrática e você precisa seguir o que mais lhe agrada, que faça com que você desperta essa mulher linda que você a qualquer momento e em qualquer ocasião.

Related Articles

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados *